04 dezembro 2008

Conversas Escatológicas

Estou em crer que há alguns países que têm uma fragilizada relação de confiança com os seus papéis. Os higiénicos, em particular. Check it out:



(Tunísia)


(Turquia)

(Falta uma do Brasil, que é parecida com a 1ª foto, mas com mangueira de plástico mesmo, tipo daquelas de regar o jardim)

Espero que isto seja só para lavar o rabinho, a pombinha e/ou a pilinha... Porque, meus amigos, franchement, utilizarem isso para os efeitos em que estão a pensar, por favor, por quem sóis?, pelo FCP, claro!, mas isso é uma taradice, há outros caminhos para chegar a esse destino... Esta geração está podre, é o que é...

5 comentários:

u João disse...

ehehe um tratado..claro que é para o rabinho e pombinha (pombona)conforme o caso, para a pilinha lolll não será necessário, digo eu.
O repuxo turco é sugestivo, eu não deixava a minha miúda sozinha no quarto loll
O bidé essa coisa inventada pelos franceses -que não morrem de amores pela água- serve para lavar às prestações, já o vi com o repuxo a sair de baixo, tipo: fonte luminosa,
-uiiiii que é isto, já me fico por aqui!:)
beijo

Célia disse...

Amiga! estou em crer que também tens uma fragilizada relação com os papeis higiénicos: 1º a quantidade de folhas autilizar e agora esta informação. O que se passa contigo Isandes?!?! AH!(sonoro!)
Beijos

flá disse...

As coisas que eu aprendo vindo aqui!!!!

Naquela sanita turca parece-me que o repuxo é mesmo por onde sai a água pra evacuar o serviço e deixar a sanita "fresca e airosa" novamente... (mas eu não percebo nada de sanitas, nem de higiene turca. Mas gosto muito dos banhos e toalhas deles)

A propósito da Cegueira (no post anterior), obrigada pela tua crítica. Se a vontade de ver o filme, só por ser baseado no livro de Saramago e realizado pelo Meireles, já era muita, depois de ter visto o Saramago chorar depois de o visionar e de ler o que escreveste, tornou-se impossivel pra mim perdê-lo, até porque há muito que não vou ao cine (um dos meus vícios) e tb eu há mt que não fico sem ar a ver filme.

beijinhos isabelita, fica bem!

Isandes disse...

Flá, para k conste, a palavra "higiene" não faz parte do quotidiano dos turcos (a ideia das toalhas deve ter sido roubada à Grécia, não sei...)!

João, o biidé é muito bom para o banho tchéco! :)

Célia... Tenho 1 obssessão com isso, sim, mas só 1 "Tchiscow" ;)

irre_place_able disse...

Os tunisinos não são lá muito "limpinhos" diga-se de passagem, mas nem me posso queixar muito nesse aspecto em relação ao hotel onde ficamos hospedados!

It could've been worst!

Kiss