10 junho 2009

Preciso duma dica mágica

Problema

Comprei na Feira Romana de Braga um fio por uma moeda de 1 euro - daqueles custavam 20 há 1 ano ou 2 atrás e que actualmente já cheiram a ratos, que até os chineses já os vendem por apenas 3; sim, aqueles cujo custo não ultrapassa os 5 cêntimos, já que aquilo são 6 ou 7 voltas de fitas do tecido que se usavam antigamente para fazer mantas e tapetes. E não é que o fio cheira mal?...


Na altura queria comprar mais porque encontrei ali uma franca oportunidade de ampliar a galope o investimento de capital; decerto que as minhas amigas iam querer todas um igual. Acontece que tinha bebido uma sangria, a filha da p*ta, que, à conta de ter bagaço, me matou uns largos milhares de neurónios. E então só trouxe aquele, porque não conseguia escolher os mais giros para trazer. Nem isso, nem qualquer outra coisa que envolvesse uma vaga actividade mental.


Chegada a casa e tendo dado tempo ao tempo para fazer substituir os falecidos (neurónios), toca de o experimentar frente ao fiel espelho. Muito lindo, mas fede que nem um texugo.


Soluções

1º, muito mal enganada, 4 chic-chics de perfume da Escada. Not.


2º, esperançosa, lavagem manual com uma boa dose de amaciador de roupa sabor a rosas. Not.


3º, lavagem à máquina. 30º, generosas doses de tudo quanto havia de pós e líquidos cheirosos. Not.


3º, ouvi dizer que o fogo é purificador... Mas é capaz de estragar...GRrrr...
PALPITES?

6 comentários:

Jorge Rita disse...

ehehehheheheh
E os texugos cheiram mal??? não sºao as doninhas fedurentas?
Persil costuma fazer milagres...

ianita disse...

1º os neurónios mortos não são jamais substituídos... morrendo, adeus! see you later.. no more :)

Depois... acho que, na onda romana da coisa, podias fazer-lhe uma pira funerária :)

(se tivesses trazido mais tinhas gastado mais dinheiro e quem diz que eles não fediam todos e agora tinhas de fazer uma mega festa pirotécnica com eles?)

Flávia disse...

experimenta coisas mais cientificas: pô-lo a torrar ao sol uma tarde inteira (se funciona com a roupa que cheira ao tabaco tb pode ser q funcione neste caso); ferver o tal colar (pra matar a bicharada q dá mau cheiro); lavar com bicabornato de sódio (sei lá, o bicabornato parece daqueles remédios santos domésticos que tudo solucionam); deixar de molho em alguma coisa durante uma noite inteira, ao luar :-) (isto é tipo mezinha astrológica q acabei de inventar) e assim de repente n me lembro de mais nada, mas eu tb n descansaria enquanto n lhe arrancasse esse tal cheiro....


E qual é a moral da história? nada de comprar coisas com neurónios emborrachados!! :D
(fiquei curiosa pra ver o dito colar, na tou a ver como é)

Isandes disse...

Jorge, dahhh. Claro que texugos cheiram mal. Ñão tomam banho todos os dias, não usam Rexona e dão puzetes (como grande parte do reino animal).
Persil não, é mais 1 do lidl sabão marselha; 5 euros 1 caixote, muito fixolas

Ianita: és uma cortes! vir praki dar palpites científicos... Not! (mas eu tb gosto, especialmente qd apanho alguém das ciências a dar 1 calinada, dakelas básicas pra kem lê super interessante e maria e happy, mas trivial pós génios das físicas, kímicas e biologias, hi hi!)
os neurónios não são ressuscitados, mas são substituídos por outros k vão estabelecer sinapses k outros ainda. (é do k me lembro da teoria k sustenta a inteligência emocional...)
qto ao fio, na desisto assim tão cedo... *

flá: bicabornato? 1 pó, né? e na fica a cheirar pior? mmm.... sol e molho já tentei. luar inda não. axas k isso deva incluir pinturas faciais? lol
oh, sabes quais sÃO de certeza, todas as gajas têm (menos tu, nhé nhé nhé nhé... deixa, o meu fede...) *

Flávia disse...

LOL tenho mts colares e n uso nenhum! é que depois sinto-me uma árvore de natal. quem tem "piercings" e tatoos já deveria saber q tudo o mais é excesso. Sou cada vez mais fã do Less is more. Mas refiro-me só ao meu caso, claro.

Isandes disse...

eu tb. vou comprando cacos, mas só uso praticamente brincos e anéis; o resto tá a fazer monte...