12 agosto 2010

toma que já levaste

A Ianita deu-me conhecimento deste mecanismo anti-violação. A minha questão é: isto usa-se preventivamente? É que é tipo a flûte pró período...

6 comentários:

ianita disse...

Piora... no mesmo programa ouvi contar que na Nigéria, se não me engano, as mulheres usam lâminas envoltas em panos dentro da vagina. Todos os dias.

Acho que em África a taxa de violações é enorme. E as mulheres tentam prevenir-se...

Anónimo disse...

Isabel Fernandes!!!!

As coisas que a gente encontra na net!
Venho aqui em teu socorro responder à tua angústia sobre a utilização deste magnífico protector que tu muito bem comparas à flute. Só uma pessoa de bom gosto como tu se lembraria de tal comparação.
É muito simples: é para ser colocado pelo violador na ponta da pila. Tal como consta no manual de instruções dos exemplares autenticados. Só esses é que se devem comprar. Os chineses são imitações rascas.
E pronto, já fiz a minha boa acção do dia.
E agora despeço-me com muiiiita amizade e mais saudades.
Como não tenho conta google (só umas pequenas poupanças na CGD), registo-me anónimo, mas assino:

César Baixito

Isandes disse...

é, ianita, há tempos tive conhecimento d1 colega de matemática k foi violada por 5. em luanda, creio. Na se pode andar só, dasse...

Isandes disse...

Ó Baixito! Tá bom, chefão capitalista? Tu que contas, hein? Já sei que em Montargil tá tudo na mesma com´a lesma; encontrei a Lizardo num festival e pôs-me a par das fofocas (ganda maluco, nunca me enganaste... :D )
Então, mas olha lá, qual é a lógica ( que não) masoquista d1 violador por um gargalo com dentes na ponta da mangueira? é que aquilo manda a malta pró hospital, pelo que consta... E se a marca registada faz estragos, nem me contes das contrafacções, digo, contrafações orientais, upa upa
Saudações: muáá!

Anónimo disse...

Eh, pá, tens razão, as lemas por lá também são alentejanas. Nem um escândalozito nem nada.
Eu tb não saí do sítio. Tenho andado a arrumar uns assuntos (pinturas, obras privadas...), mas acho que ainda vou molhar os pés.
Na net, passo puco tempo, que eu ainda não estou doido. Pareço mas não. Certos dias, dou uma volta por uns quantos blogues, estaciono meia hora no Umbigo e depois vou ler um livreco. Antes era o sexo, agora, cada vez mais liberto dessa outra forma de escravatura, é também um livreco. Quanto à minha reaparição, assim sem ser esperado, é muito simples: queria fazer-te uma pergunta. Não tinha nenhum contacto, já não me lembrava do nome do blogue, procurei-te no facebook e... pimba.
Como tens aqui o mail, suponho que poderei "ligar-te"?
Sempre que tiver oportunidade, prometo passar por aqui. Pelo menos é mais um leitor, já que dizes ter poucos.
Pelo que li, o espaço parece-me bastante liberal, ao meu gosto, não prometo ser sempre ajuizado, mas há sempre o recurso à moderação.
E assim termino esta longa carta, amiga, esperando que saibas também alguma coisa de gajas (muito boas, das boas já temos) e nos vás mantendo actualizados.
ShrrrracK !

César Baixito

Isandes disse...

Ohhh César, começaste a "dormir de pijama"? (1 metáfora nortenha para abstinência, voluntária ou
imposta)
Mi liga vai. (usa antes este: isabel1010@gmail.com). bjoca

PS - Hás-de explicar-me o que é 1 "ShrrrracK !"... tem ar de ser coisa violenta...