17 junho 2010

as minhas páginas do momento

Este anda-me a queimar as tardes livres,
que culminam com uma zoeirada na frágil cabecinha
enfeitada por cabelos longos e em breve ex-casposos
(deve de ser do stress, mas já lhes tou a dar com kérastase)


Já andava à caça dele há muito.
É em mirandês, a 1ª língua-fantasma oficial do mundo.
(o que é uma pena, pois é giríssimo.
Bô! O raça da canhona só tinha de se desviar um cachico)



Novidades, muito bem escrito, apesar das private clues culturais
(próprias duma grande obra soviética do século passado).
Do mesmo de Lolita.

5 comentários:

ianita disse...

Nabokov ando para descobrir... ainda não me virei para ele, mas anda debaixo de olho.

Tenho andado sem apetite para ler. Chegando a casa só me apetece vegetar... ver tv, série em dvd, cultivar beringelas na farmville... mas entretanto comprei um livro de uma Deana Barroqueiro, "O romance da Bíblia", que se tem revelado uma óptima surpresa. Fantástico mesmo. Muito bom e recomendo :)

Quanto ao mirandês, um amigo meu ficou colocado em Miranda há dois anos e adquiriu uma gramática e uns quantos livros e, de facto, aquilo é giríssimo :)

Isandes disse...

oh, como te entendo, ianita. o olho anda a passo de caracol...
Há bandas que só cantam em mirandês, é demais! mas ao vivo e a cores, é qq coisa. Estive lá um ano, em sendim, antes de miranda e às vezes via-me grega para perceber os velhotinhos!

ianita disse...

O meu amigo esteve precisamente em Sendim :) dava aulas de Educação Visual :)

Flá disse...

é mt avantgarde ter um Asterix em Mirandês.

Isa bigada, já passaste no 'the outsider'. os bitaites mando-os aqui: memorias-curtas.blogspot.com

estou em baixo com a morte do saramago..

Isandes disse...

também já visitei o memórias, apenas não comentei o«pk vi a correr.
Grande perda... ficámos + pobres.