07 outubro 2009

Surreal


Não sei se é por ter escolhido o Lynch para tema *, se que é, mas aconteceu-me agorinha mesmo uma cena do caneco. Surreal, dentro do género.
Numa farmácia onde fui pela 1ª vez (que bom ainda haver primeiras vezes...), a aviar uma receita:
Farmacêutica loira de extensões: São 54 euros.
Eu: (glup) Aqui tem. (multibanco em cima do balcão)
Farmacêutico desgrenhado, vestindo camisa desabotoada, deixando adivinhar pelugem esbranquiçada, metendo o bedelho: Quer antes pagar com dinheiro? Faço-lhe um desconto: 49 euros.
Eu: (riso da minha parte. Solitário. Silêncio duro.)
Farmacêutica: ...Sempre paga com cartão?
Eu: Sim. (ela olha para mim, condoída da minha despesa extra. Periclito um pouco, mas avanço com o cartão. Que ambiente descontraído o desta farmácia!)
Farmacêutico: Eu sou o dono, faço o que quero. (enquanto despacha outros fregueses)
Eu: (esboço novo sorriso à tipa, pensando, este gajo tem um humor fino, sim sr...) Ele está a brincar, certo? (ia arriscar a graça "ah, isto é como nos mecânicos, com factura é um preço, sem é outro!...". Mas o olhar dela deteve-me. Vem ele outra vez)
Farmacêutico: ... em vez de pagar taxas ao banco, faço descontos. (e avia uma vacina antigripal a um trintão de ar triste. Ele não está a brincar...)
Eu: ...Pois... (deve estar a falar sério, não vejo ninguém a rir-se...) mas não tenho... Vai ser mesmo com cartão. (espreito a factura, à procura do gato, e questiono, ainda perplexa com a quantia) O cipralex aumentou?
Gajo: (agarra a factura das mãos da loira e inspeciona) Ah, não, desculpe. O computador não assumiu o desconto. ´Pere lá. São 34, 49. (atordoada, estendo guito vivo, 35 euros) Ah, sempre vinha prevenida...
Eu: Para este valor sim...
Gajo: Então ainda lhe faço um desconto maior. (não agarrou nota de 5 euros e ainda me deu uma moeda de 1). Boa tarde, menina isabel.
Conclusão: recibo de 34,49 euros, despesa real de 29.
* Essa é outra muito engraçada. Foi ele que me escolheu, na realidade. É que quando alvitrei o tema ao meu orientador, eu estava a pensar no David Fincher, apesar de ter escrito Lynch. Com as deixas do meu prof, fui pesquisar na net e percebi que me tinha enganado. Ainda bem, gosto muito mais deste David :D

6 comentários:

ianita disse...

Já eu gosto mais do Fincher... faz-me menos dores de cabeça :)

E essa dos descontos é muito estranha... muito estranha mesmo!

Paula disse...

Onde é esse farmacia :)
Tambem quero desconto eheheh
Kiss

Isandes disse...

ianita, pois é...

paula, s.joão d ponte! era parafarmácia, mas desde o verão j é farmácia, mas mt mt estranho... olha, mas kem faz + barato é + amigo! *

Jorge Rita disse...

Ele se calhar põe os preços mais altos e depois em acção de campanha faz desconto!

Flá disse...

Eu quereria lá saber se é estranho ou não... descontos desses são sempre bem vindos!

Nem de propósito, hoje aconteceu-me uma cena triste com dinheiros que foi um pouco o oposto da tua! a sorte que tu tiveste, o azar que tive eu... :P

Satine disse...

LOOOOOOOOOOL que esquema mais manhoso ! GOD, até nas farmácias há disto =P

**