04 agosto 2008

"Pára com isso, Michel!"

A ideia era engajar na reflexão anterior e arriscar falar sobre a amizade, mas fui atropelada pelo fantástico mundo dos vícios. Passei uma tarde caseirinha, rodeada de pessoas bem familiares, e dei por mim a reparar naqueles tiques, jeitos nervosos, hábitos, muletas, whatever...

Como não é meu propósito cometer inconfidências e tenho a sorte de me escachar a rir das minhas próprias fragilidades, aqui listo alguns dos vícios de que tenho consciência:

- abanar o pé ou a totalidade da perna, esteja levantada, sentada ou na horizontal (e levo muita rabecada por causa disto, evaristo!);

- tirar as casquinhas das feridas;


- envolver o polegar com os dedos médio e indicador quando estou prestes a dormir (fofo, não é?);


- apontar, teclar, dedilhar viola, etc, com o dedo da asneira;


- comer doces, toooodos os dias - o que deve caber melhor na categoria "pecado da gula";



- e, o clássico dos clássicos, limpar o sótão (no carro é que é fixe!).



Lanço um repto: registem aqui alguns dos vossos vícios.

Façam-no anonimamente ou usem pseudónimos, se preferirem.

Por que não rirmo-nos uns com os outros? ;-)

8 comentários:

Anónimo disse...

bem, eu tb tiro macacos.não é vicio é gozo!outro vicio é o de fungar qd estou em stress. Bufo e assobio para o lado qd conversa n me interessa.Tb gosto de me babar para um bom rabo. E tenho outros vicios...
Nice post's.

patrícia disse...

Pois eu tenho que confessar que não resisto a espremer uma borbulha ou um ponto negro, é inevitável…por isso tenho o corpo repleto de marquinhas de diversos feitios

Lua disse...

LOL
Antes de mais, obrigada pela visita ao Pedacinhos da Lua!:)
Também tenho essa mania de tremelicar a perna e também ouço muitos sermões por causa disso!:P
Também gosto de arrancar a crosta das feridas e de espremer pontos negros.
Também como doces todos os dias, sendo que pelo menos um tem que ter um bocadinho de chocolate!:P
Às vezes dá-me e roo as unhas... O problema nem é tanto roer... É que a maioria das vezes desfaço-as na boca em pedacinhos e acabo por engoli-las. Ups!:$

Isandes disse...

Lua, grande lista! Uma concorrente à altura, lol

Anónimo disse...

Eu tenho o vício de arrancar crostas das feridas e come-las, consigo andar entre um mes a dois com uma ferida aberta, costumo roer as unhas e de vez em quando também limpo o "sótão".

Anónimo disse...

Tiro as casquinhas das feridas mas já estou a ficar com muitas marcas não consigo controlar muitas vezes.

Ricardo Trindade Matos Pereira disse...

Vejo que não sou o único...
Comer crostas, é irresistível!
Alguém sabe o porquê?
Soluções, alguém tem?

Anónimo disse...

Vejo que não estou sozinho...
Não consigo desistir, tenho feridas com meses..,
Alguém sabe de alguma justificação ou solução?
Cumprimentos deste comedor compulsivo de crostas!!!